Início > Uncategorized > POR QUE RESISTIMOS À TERNURA?

POR QUE RESISTIMOS À TERNURA?

Nada como uma disputa, seja no campo das idéias, mesmo as religiosas, seja no território das preferências, para vermos em ação a aspereza de cada um de nós.

Sim, nós podemos (não devemos, mas podemos) tratar os outros com uma incrível dureza, na presença ou na ausência deles. Nossa indelicadeza adquire proporções que nos desconcertam a nós mesmos. Nossa dureza se manifesta quando desclassificamos os que são diferentes de nós.

Nossa aspereza ganha corpo quando desferimos comentários negativos, geralmente desnecessários, contra pessoas, até mesmo contra algumas que nunca nos fizeram mal.

No entanto, nós somos capazes de gestos de ternura. Temos algumas razões para sermos amargos, mas tem muito mais razões para sermos ternos.

Por que resistimos tanto?

Israel Belo de Azevedo

 

Anúncios
Categorias:Uncategorized
  1. Nenhum comentário ainda.
  1. No trackbacks yet.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: